Sem cubanos, Maranhão precisa de 372 médicos em áreas de extrema pobreza

Sem cubanos, Maranhão precisa de 372 médicos em áreas de extrema pobreza

- em Estado, Geral, Variedades
Comentários desativados em Sem cubanos, Maranhão precisa de 372 médicos em áreas de extrema pobreza

Novo edital abre 449 vagas no Estado; entre as cidades estão Fernando Falcão e Marajá do Sena, que possuem um dos piores índices de desenvolvimento humano do Brasil, sem esgoto ou saneamento básico

Resultado de imagem para medicos cubanos

O edital emergencial Mais Médicos, publicado no Diário Oficial da União nesta terça-feira (20), revela que o estado do Maranhão precisa de 449 médicos em 154 cidades para suprir a ausência dos cubanos, que saíram de todo o Brasil após o Governo de Cuba e o presidente eleito Jair Bolsonaro entrarem em atrito.
Somente em áreas maranhenses de extrema pobreza são 372 vagas. Municípios como Fernando Falcão e Marajá da Sena, os dois piores índices de desenvolvimento humano do estado e um dos mais baixos do Brasil, sem esgoto e saneamento básico, estão na lista. Também constam regiões indígenas e de vulnerabilidade social.
A relação de todos os locais para os quais serão destinadas as vagas está no edital. Os selecionados receberão salário de R$ 11.865,60 por 36 meses, com possibilidade de prorrogação. As atividades dos médicos incluem oito horas acadêmicas teóricas e 32 em unidades básicas de saúde.
Inicialmente, estão abertas vagas para os médicos brasileiros com inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM) ou com diploma revalidado no país. O Ministério da Saúde estima que no próximo dia 27 haverá a abertura de nova chamada para os médicos brasileiros formados no exterior e estrangeiros.
Os profissionais podem se inscrever no site Mais Médicos. A previsão é de que um grupo comece a trabalhar no próximo dia 3 de dezembro.

Comentários Facebook

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Homem é morto em confronto com a PM no povoado São João dos Pilões (Brejo)

Por Blog do William Fernandes – segunda, 3