Prefeita Vanderly cobra da Caema solução para falta de água em Anapurus

Prefeita Vanderly cobra da Caema solução para falta de água em Anapurus

- em Geral
Comentários desativados em Prefeita Vanderly cobra da Caema solução para falta de água em Anapurus
Caema disse que problema será solucionado até esta quarta (8).
Por William Fernandes – terça, 7 de fevereiro de 2017
O município de Anapurus vem
enfrentando sérios problemas de abastecimento de água nos últimos dias. Mesmo o
abastecimento de água na cidade sendo de responsabilidade do Estado, a
prefeita, Professora Vanderly Monteles, se reuniu na tarde desta terça (7) na prefeitura, com
um representante da Gerência Regional da Caema, Dr. Lamarck, visando pôr fim,
imediatamente, a este drama que afeta toda a população. Participaram da reunião, os secretários municipais, Viana e Fernando.

A Caema informou que o problema
foi causado por defeitos em alguns equipamentos, e que os técnicos da empresa
já estão trabalhando para que a situação seja sanada até esta quarta-feira.
Lamarck elogiou a prefeita, por
buscar soluções rápidas para os problemas do município, por meio do diálogo. Há
alguns dias, a prefeita já havia procurado a Caema para tratar de débitos
contraídos na gestão passada.
O diretor destacou que não é
comum ver um prefeito que busque resolver problemas de forma tão rápida e
pessoalmente, e que a Caema fica feliz pela aproximação. Ele se colocou à
inteira disposição para o diálogo constante em prol da boa prestação de
serviços aos Anapuruenses.

Vanderly destacou seu empenho em busca
de soluções para os problemas de Anapurus. “Desde o meu primeiro dia de
administração que busco soluções para os problemas que afligem nosso município.
E agora, mesmo este problema não sendo de nossa responsabilidade, mas com a
preocupação que tenho com o bem estar dos cidadãos, busquei pessoalmente tratar
da situação e pedi a imediata solução para a falta de água”, disse a prefeita. 

Comentários Facebook

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Criança é impedida de se matricular em escola por ter cabelos crespos

Segundo denúncia dos pais, ato, considerado racista, partiu