Aprovada fiscalização conjunta da Câmara Federal e TCU, na saúde pública do Maranhão

Aprovada fiscalização conjunta da Câmara Federal e TCU, na saúde pública do Maranhão

- em Estado, Geral, Política
Comentários desativados em Aprovada fiscalização conjunta da Câmara Federal e TCU, na saúde pública do Maranhão

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou o parecer pela implementação da Proposta de Fiscalização e Controle – PFC 175/2018, de autoria dos deputados Jorge Solla (PT/BA) e Roberto de Lucena (Podemos/São Paulo), que tem o propósito de investigar a aplicação de recursos públicos federais nos programas de atenção à saúde básica em todo o território nacional.

Relator inclui municípios do Maranhão na fiscalização

Hildo Rocha, que é o relator da PFC, incluiu na fiscalização, inicialmente, dois municípios maranhenses que serão submetidos ao pente-fino da Câmara Federal e do TCU (Tribunal de Contas da União): Presidente Dutra e Jenipapo dos Vieiras.

De acordo com o parlamentar, esses dois municípios tiveram aumento de receita do Sistema Único de Saúde (SUS), mas em vez de melhorar a qualidade dos atendimentos de saúde ocorreu justamente o contrário, houve perda na qualidade de atendimento registrando-se inclusive a diminuição em procedimentos como exames e consultas.

“O artigo 71 da Constituição Federal é bastante claro quando diz que a Câmara Federal deve fiscalizar o uso dos recursos públicos. Com base nesse preceito aprovamos na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara Federal uma fiscalização dos recursos aplicados na saúde pública, principalmente na atenção básica, mas podemos estender a investigação também para a média e alta complexidade”, explicou Hildo Rocha.

O parlamentar destacou ainda que a fiscalização alcançará o Brasil inteiro. “Pretendemos saber como estão funcionando os serviços, queremos identificar os problemas e apontarmos ideias para melhorarmos a qualidade dos atendimentos na rede pública de saúde”, informou o deputado.

De acordo com Hildo Rocha, as constantes e incisivas reclamações da população indicam que o sistema de saúde pública brasileiro não vai bem. Rocha ressaltou que além dos dois municípios que serão fiscalizados (Presidente Dutra e Jenipapo dos Vieiras), outras localidades poderão vir a ser incluídas.

“Durante o processo de fiscalização, como relator da PFC tenho a prerrogativa de incluir municípios para serem fiscalizados, desde que autorizado pela maioria dos membros da Comissão”, esclareceu o deputado.

De acordo com Hildo Rocha, a iniciativa busca essencialmente contribuir para aprimorar os serviços públicos no setor da saúde.

“Temos que acabar com o sofrimento das pessoas, acabar as filas enormes para exames, consultas e tratamentos. É inadmissível que haja desperdício de recursos públicos na saúde; é vergonhoso, mas, existem gestores desviando dinheiro da saúde, isso faz com que pessoas sejam humilhadas e destratadas, quando necessitam de serviços de saúde pública”, alegou o parlamentar.

Rocha enfatizou que, por falta de atendimento adequado, na rede pública de saúde, milhares de pessoas vem a óbito. “Então, municípios que apresentam maiores indícios de irregularidades no uso de recursos da saúde, como é o caso desses dois que foram incluídos, serão fiscalizados pela Câmara Federal, em conjunto com o Tribunal de Contas da União e os seus gestores poderão ser punidos, conforme estabelece a nossa Constituição Federal”, afiançou Hildo Rocha.

Comentários Facebook

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Homem é morto em confronto com a PM no povoado São João dos Pilões (Brejo)

Por Blog do William Fernandes – segunda, 3